Daniel ganha documentário sobre seus 30 anos de estrada

0
376

A pré-estreia do filme ocorrerá no dia 19 de Fevereiro, no Cinemark Eldorado, em São Paulo

A voz marcante, seu jeito carismático, as participações em novelas, filmes e ainda os grandes sucessos da carreira do cantor Daniel todos podem já saber. Agora, os fãs e até mesmo quem conhece apenas uma música ou outra, poderá saber mais sobre a história de vida, luta e superação do artista no documentário “DANIEL 30 ANOS NA ESTRADA”.

O média-metragem, com pré-estreia marcada para o dia 19 de fevereiro , às 20h, no Cinemark Eldorado, em São Paulo, para a imprensa e convidados, reconstitui a trajetória artística de Daniel mostrando os primeiros passos em direção à música, a parceria com João Paulo, as dificuldades antes da fama e a tragédia com a perda do amigo e companheiro de dupla. A partir daí, um novo recomeço, a consolidação de um trabalho consistente até a conquista de um lugar no topo do universo musical brasileiro. “Tenho certeza que cantar pra mim é mais que uma profissão, é uma missão que levo com muita responsabilidade e amor”, declara o cantor.

Com direção de Jeremias Moreira, roteiros de Vitor Alves e produção da JD Camillo, o filme conta com depoimentos de pessoas importantes, que tiveram uma participação significativa na sua trajetória como José Camillo e Maria Aparecida Camillo (pais do cantor), Renato Aragão, Xuxa, Manoel Nenzinho Pinto, Hamilton Policastro, Sérgio Reis, Cezar, da dupla Cezar & Paulinho, Rick, da dupla Rick & Renner, Peninha, As Galvão, Maestro Pinocchio, entre outros.

“É uma honra ter minha história contada dessa forma. O documentário retratou a minha carreira construindo cada etapa com depoimentos importantes, porque a gente não faz nada sozinho e com João Paulo & Daniel não foi diferente: muita gente fez parte da história da dupla”, confessa o cantor.

Para o diretor Jeremias Moreira “DANIEL 30 ANOS NA ESTRADA conta uma história real como se fosse um filme de ficção e serve de homenagem pessoal e exemplo para novas gerações”. “A vida se incumbiu de construir os elementos dramatúrgicos – os objetivos, os conflitos e os obstáculos, as vitórias e as conquistas. Está tudo lá e o resultado é um filme que emociona”, completou o diretor.

COMPARTILHAR
contato@nativa95.com.br

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, envie seu comentário
Por favor, insira seu nome completo